Portal da Regularização Ambiental SRB REGULARIZE JÁ

Quem Somos

A Sociedade Rural Brasileira (SRB), entidade de caráter associativista representativa da classe rural, fundada no dia 19 de maio de 1919, na cidade de São Paulo, completou em 2014, 95 anos.

A entidade trabalha como agente negociador político do agronegócio frente aos públicos estratégicos do setor, atua como polo disseminador de conhecimento e funciona como centro de serviços e gerador de oportunidades e negócios para a cadeia produtiva rural.

Na esfera de representação, a Rural mantém ativos 21 departamentos setoriais, que contemplam as principais atividades rurais e integra os maiores fóruns de decisão do agronegócio brasileiro.

Em sua trajetória, a Rural vem perseguindo seu objetivo de bem representar o produtor rural brasileiro. Encaminhar reivindicações e propostas às autoridades, defender os interesses do setor na mídia, costurar alianças e atuar como mediadora entre os elos das cadeias produtivas são algumas das iniciativas do seu dia a dia. 

Rural trabalha para estimular a geração de políticas públicas favoráveis à agropecuária e melhorar a consciência da sociedade em relação ao valor do agronegócio, como alavanca para o desenvolvimento socioeconômico do Brasil.  

Recentemente, a entidade tem se dedicado a questões vitais para o agronegócio, como, por exemplo, o Código Florestal – inclusive protocolando uma ADIN no STF - e os Índices de Produtividade, bem como participado das reuniões da OMC e das Conferências da ONU sobre o Clima.  

Alguns personagens e destaques de sua história 

Com uma trajetória moldada pela disposição ao debate e alternância de poder, a Rural gerou conhecimento e tornou-se um celeiro de líderes, que contribuíram para promover a diversidade do pensamento do setor.

Dos seus quadros, emergiram nomes como Renato Costa Lima, Roberto Rodrigues, Pedro de Camargo Neto, João de Almeida Sampaio Filho para citar alguns. 
 
Na Assembleia Constituinte de 1988, a contribuição da Rural foi decisiva para preservar a propriedade rural produtiva.
 
Nos anos noventa, a Rural antecipou-se às campanhas de combate à febre aftosa e de melhorias na defesa sanitária como condição para o Brasil atuar com resultados positivos nos mercados internacionais. 
 
Os contenciosos contra os Estados Unidos ao algodão e da União Europeia ao açúcar surgiram naRural. O pioneirismo de antever a importância das negociações do comércio agrícola internacional levou a Rural a frequentar as reuniões da Organização Mundial do Comércio. 
 
Sete de seus ex-presidentes foram secretários de Agricultura do Estado de São Paulo, além de diretores que também foram secretários. Três ex-presidentes foram ministros da Agricultura e um diretor foi ministro da Fazenda.

Foi a primeira entidade a apoiar o Plano Real. 

Rural também é cofundadora e cogestora  do sistema Agrishow. 


* Confira no link a seguir, relato com detalhes acerca da fundação da Rural. Clique aqui

* Assista também nosso vídeo institucional, clicando aqui.