Notícias

baixar-pdf

Arrojado e influente, Lázaro Brandão acreditou na evolução do agro, diz SRB

À frente do Bradesco, executivo contribuiu com projetos em prol do setor e foi homenageado no aniversário de 94 anos da entidade

 

A Sociedade Rural Brasileira (SRB) lamenta profundamente o falecimento do economista Lázaro de Mello Brandão, ex-presidente do Bradesco e do conselho de administração do banco, nesta quarta-feira, 16 de outubro.

À frente de um dos maiores conglomerados financeiros da América Latina, o Bradesco, sempre acreditou no avanço do setor, viabilizando projetos em todo País em prol da modernização da atividade produtiva e de melhores condições de trabalho para o produtor rural.

Em razão de sua atuação, a Sociedade Rural Brasileira escolheu o executivo como grande homenageado na cerimônia de celebração dos 94 anos da entidade, realizada em 2013. Na ocasião, foi reconhecido pelas iniciativas que contribuíram para o desenvolvimento socioeconômico do Brasil no campo e nas cidades.

Brandão ajudou a criar o Bradesco na década de 1940 e sucedeu o fundador Amador Aguiar, sendo o segundo presidente-executivo da instituição nos anos 1980. Em 1990, passou a ocupar a presidência do conselho de administração do banco, de onde renunciou em 2017, permanecendo como presidente das empresas controladoras do Bradesco.

Com suas ideias arrojadas e visão de futuro, Lázaro de Mello Brandão será sempre lembrado como uma das figuras mais ilustres do sistema financeiro nacional. A SRB se solidariza com amigos e familiares. O velório será realizado nesta quarta-feira, das 13h30 às 17h00, no Cemitério Crematório Horto da Paz, em Itapecerica da Serra, interior de São Paulo.

COMPARTILHE: