Portal da Regularização Ambiental SRB REGULARIZE JÁ

Vice-presidente da SRB é nomeado para Câmara de Compensação Ambiental de SP

Francisco de Godoy Bueno assume o posto de representante da sociedade civil
A Sociedade Rural Brasileira (SRB) anuncia que Francisco Godoy Bueno, vice-presidente da entidade, foi nomeado pela Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo como representante da sociedade civil na Câmara de Compensação Ambiental (CCA), órgão responsável pela gestão de recursos em projetos de interesse ambiental e orientação ao cumprimento da legislação.

A CCA é composta por integrantes dos setores público e privado, do meio acadêmico e também de entidades representativas da sociedade brasileira. Cabe à Câmara estabelecer diretrizes e prioridades para a utilização dos recursos arrecadados em processos de licenciamento ambiental nos parques estaduais e outras unidades de conservação. A CCA arrecadou nos últimos anos cerca de R$ 240 milhões. “É fundamental garantir que a aplicação desses recursos seja destinado a projetos que realmente gerem adicionalidades ambientais, promovendo a proteção dos ativos ambientais do Estado e dos recursos hídricos”, avalia Bueno.

Para Gustavo Diniz Junqueira, presidente da SRB, a nomeação de Bueno representa o reconhecimento do Governo do Estado de São Paulo ao trabalho e ao engajamento da entidade em promover um diálogo de solução das questões ambientais, sem contrapor os interesses comuns entre a agropecuária e o meio ambiente. A SRB esteve à frente das discussões sobre o Código Florestal, aprovado em 2012 pelo Congresso Nacional, e, sob a liderança de Bueno, promoveu diversos encontros e seminários de discussão sobre a aplicação da nova legislação ambiental para a regularização das propriedades rurais e melhoria da qualidade ambiental no campo. “A atividade agropecuária é a principal solução para o cumprimento das exigências globais de uma economia de baixa emissão de poluentes, aliando preservação e produção no desenvolvimento econômico”, diz Junqueira.

Além de Bueno, o Governo de São Paulo também nomeou para a CCA o agrônomo e acadêmico Evaristo Eduardo de Miranda, chefe-geral da Embrapa Monitoramento por Satélite e coordenador do Grupo de Inteligência Territorial Estratégica da empresa. Para Junqueira, a nomeação do acadêmico representa uma escolha técnica adequada para a composição da CCA. Com mestrado e doutorado em ecologia pela Universidade de Montpellier, na França, Miranda é pesquisador da Embrapa desde 1980 e um dos principais pensadores da integração da agenda ambiental com o desenvolvimento econômico.

Na avaliação do presidente da SRB, a indicação de Francisco Bueno e Evaristo de Miranda também é uma sinalização ao cidadãos paulistas de que a Secretaria Estadual de São Paulo está atenta ao debate de que a proteção do meio ambiente deve acontecer em harmonia com as atividades produtivas, sem espaço para conflitos ideológicos entre conservação e desenvolvimento.

Sob a gestão de Junqueira, a SRB tem abraçado diversas iniciativas para tornar o Brasil reconhecido pela comunidade internacional como a maior referência na produção de alimentos e commodities que atendem de forma consistente a proteção dos recursos naturais, dando para o mundo uma garantia oficial de qualidade ambiental. Dentre essas iniciativas, destaca-se a liderança na Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura, movimento multissetorial engajado no avanço das agendas de proteção, conservação e uso sustentável das florestas. Nos últimos anos, o Comitê de Sustentabilidade da SRB ainda agregou a participação de importantes ONGs e entidades do terceiro setor, que, junto com os produtores rurais, vem desenvolvendo agendas positivas.
 
 

Galeria de Imagens

 


Assuntos mais buscados